A importância do Portefólio Digital (continuação)

Exemplo da abertura de um blogue no “Blogger”, com ferramentas de edição gratuita. Imagem: @foartista.

Embora, o  portefólio possa ter, apenas, utilização específica, já sabemos que pode servir vários objetivos. Desde um portefólio de apresentação profissional, de aprendizagem e avaliação, até a um portefólio de desempenho financeiro ou de desenvolvimento pessoal, ou até como uma espécie de currículo, para quem procura emprego, como referem Soeiro & Silva e Alves (2005).

Muito trabalho de campo tem sido realizado, e muito há, ainda, a pesquisar, para ultrapassar algumas das lacunas existentes, e explorar melhor as vastas potencialidades que se oferecem. A utilização dos portefólios foi usada  e monitorizada, pela primeira vez, na Universidade do Minho, em 2004-2005, na unidade curricular “Seminário em Educação à Distância (E@D)”, revelando-se uma experiência promissora e gratificante. As práticas mais recentes, consubstanciadas na experiência, na evolução tecnológica e no acesso fácil ao digital, tem valorizado o uso do portefólio como grande promotor e facilitador das aprendizagens, permitindo ao aluno construir o seu próprio conhecimento, com sentido crítico e com capacidade de monitorizar e autorregular o seu próprio processo cognitivo, isto é, de metacognição.  

Um portefólio, em contexto educacional, deve servir várias vertentes que se cruzam e completam, podendo ser, simultaneamente, portefólios de desenvolvimento pessoal, de aprendizagem ou de avaliação, porque ao avaliarmos o produto final, também, avaliamos o processo e o percurso de desenvolvimento pessoal. O portefólio deve transparecer o percurso de aprendizagem dos alunos, as suas reflexões e a sua capacidade de pesquisa, de análise, síntese, autonomia, etc. Como diz Helen C. Barrett (2005), “(…) os portefólios são um meio para alcançar um fim (…), que pode ajudar os estudantes a entenderem a sua própria aprendizagem e proporcionar um quadro mais rico de trabalho (…)”.

Exemplo do planeamento para a criação de um portfólio digital, em forma de blogue. Foto: @foartista.

O portefólio digital, construído de forma empática e estimulante, como um instrumento de regulação ou ferramenta de aprendizagem contínua, sujeito a avaliação, deve ser multifacetado e possuir várias valências. Para além de ser um espaço de reflexão pessoal, datado no tempo e no espaço e de se constituir como um local de partilha e trabalho colaborativo, interagindo com outros sujeitos, o portefólio deve conter documentos de natureza diversa e em diferentes linguagens e suportes. Deve ser um espaço revelador das capacidades de pesquisa, rigor, seleção e reflexão do seu autor ou autores, refletindo as aprendizagens vivenciadas (c.f. Fernandes, D.; Neves, A.; Campos, C.; Conceição, J. M.; Alaiz, V.; 1984 e c.f. Barrett (2005); Bernardes, C.; Miranda, F; 2003).

Num contexto de novas oportunidades e potencialidades, a criação de um portefólio digital em rede, em forma de blogue, por exemplo, oferece-nos inúmeras vantagens, todas elas, inovadoras e motivadoras. Possibilita, logo à partida, uma abordagem multimédia, abundante em textos mais dinâmicos, imagens, sons, animações, vídeos, hiperligações internas para navegar na página e, também, ligações externas, para navegar no universo ilimitado da web. A rapidez e eficácia no acesso à informação é ímpar e a acessibilidade ao nosso trabalho  torna-se universal, sujeito à critica construtiva e colaborativa, por parte dos nossos pares ou destinatários, para além, dos aspetos pragmáticos,  de “users friendly”, como o fim do desperdício de papel ou a inexistência de peso ou volume do nosso produto final.

Exemplo da criação de um blogue sobre fotografia na plataforma “Blogger”, da Google. Imagem: @foartista.

Os blogues são , por excelência, os espaços mais adequados para refletir um portefólio digital, nas suas várias valências, pelo que já vimos. Grande parte dos servidores ou plataformas digitais são gratuitas e possibilitam a criação de páginas, de fácil utilização, já pré-formatadas e bastante acessíveis, dispensando por parte do utilizadores, conhecimentos superiores em informática, programação e design. A título de exemplo, grande parte da blogosfera está alojada no “Blogger” (www.blogspot.com), com grandes potencialidades técnicas e de fiabilidade, no “Wix” (https://pt.wix.com), que permite a criação de páginas em HTML5 e sites Mobile, ou outros, como o “Wordpress” (https://wordpress.com), onde estão alojadas muitas páginas de bibliotecas escolares portuguesas e internacionais, ou, ainda, outros como o “Weebly” (www.weebly.com), de fácil manejamento, ou o “Medium” (https://medium.com), uma plataforma criada pelo cofundador do Twitter, de acesso semilivre. 

Bom trabalho! Fernando Oliveira.

Fonte: Gomes, M. J. (2006). “Portefólios Digitais: revisitando os princípios e renovando as práticas”, in Actas do VII Colóquio sobre Questões Curriculares (III Colóquio Luso-Brasileiro), Globalização e (des) igualdades: os desafios curriculares, Braga: CIEd edições, Universidade do Minho, pp. 295-306.

Texto disponível emhttps://files.fm/bcr.escolas#rhrxrnqq

Bibliografia disponível sobre a temática dos portefólios:

– Barrett, Helen C. (2005). The Research on Portfolios in Education

– Barrett, Helen C. (2005). White Paper – Researching Electronic Portfolios and Learner

Engagement

– Alves, P.; (2005). “O Portefólio: Instrumento de avaliação de uma disciplina na Universidade – Estudo de Caso”, in Bento D. Silva e Leandro S. Almeida (eds.), in Actas do VII Congresso Galaico-Português de Psicopedagogia, Braga: CIEd edições –Universidade do Minho, pp. 1113-1125.

– Bernardes, C., Miranda, F.; (2003). Portefólio Uma Escola de Competências. Porto: Porto Editora.

– Fernandes, D., Neves, A. Campos, C., Conceição, J. M., Alaiz, V., (2004). “Portfolios: para uma avaliação mais autêntica, mais participada e mais reflexiva”.

FIM

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s